Wheat Hunting – Em Busca do Cultivar de Trigo Ideal

dop – a torrefação B to B do Lucca
outubro 15, 2018
Coffee Hunting – Ficafé 2018
outubro 25, 2018

Nesta rodada, Eduardo Freire, auxiliado pelo especialista em panificação Divanildo Junior, mostram os resultados para Marcelo Vosnika, da Moageira Irati. As amostras são testadas no processo de fermentação natural no Lucca. Os pães são avaliados quanto a crocância e fragilidade da casca, textura e sabor do miolo, e pelo aroma. O cruzamento do resultado sensorial é cruzado com informações da reologia e grandezas físicas e químicas da farinha, como o Falling Number, teor de umidade, teor de glúten, proteínas totais, teor de amido danificado etc...

As amostras neste caso, foram de mesma origem, mas de diferentes regiões do endosperma, com diferentes níveis de extração e com diferentes granulometrias. Incrível como o resultado da panificação muda de amostra para amostra!

Na análise do resultado, estavam presentes os Engenheiros Agrônomos, Jorge Stachoviak e Kênia Maneguzzi da Biotrigo, empresa especializada em genética, e no desenvolvimento e melhoramento de cultivares de trigo, ou seja uma empresa que cria e desenvolve variedades de trigo. Eles ficaram muito interessados no projeto "Farinhas de Origem" que estamos desenvolvendo a quatro mãos com a Moageira Irati. Já deste encontro, já surgiu a alternativa de testar outra variedade de cultivar indicada por eles, o trigo da variedade Sossego. Vamos esperar os próximos resultados.

Nesta Rodada Eduardo Freire apresenta os resultados dos testes, para Marcelo Vosnika da Moageira Irati e para técnicos da Biotrigo, de farinhas de diversas variedades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *