PÃES DE FERMENTAÇÃO NATURAL

Amigo da família Franco de Souza desde o berço, Eduardo Feliz, ex-Restaurante Boulevard, confidenciou durante um café da manhã para Luiz Otávio e Georgia, que seu filho também Eduardo, havia terminando o curso de um ano na San Francisco Baking Institute, CA, do icônico Michel Suas, e apóstolo da panificação à la anciènne. Feita apenas com fermento natural em longa fermentação. O resultado são pães de sabor, crocância e aromas incomparáveis. Alguns levam 48 hs fermentando. Foi quando surgiu a idéia que Eduardo faria seus pães no Lucca.

A fermentação dá vida ao pão e revela o porquê este alimento secular é marca angular da civilização humana. No Lucca, exposto num aquário, sem nada a esconder, Eduardo trabalha a massa diariamente, soltando suas fornadas ao redor do meio dia.

A panificação e o trigo, correm no sangue deste economista, com MBA em gestão, trilíngue e orgulhoso padeiro. Seu tataravo, Jorge Barbosa, foi pioneiro na importação de farinha da Argentina via Paranagua, no fim do século XIX. Nos anos 30 o bisavô, Pedro Nicolau, iniciou a construção de Moinho de Trigo em Curitiba, hoje inativado.

Foi no inicio da década de 80 que Eduardo, o pai, iniciou função executiva no Moinho Curitibano, mesmo sendo advogado. Anos depois fundou com amigos a Granolab/Granotec do Brasil empresa que atua em bases alimentares diversas, entre elas o trigo e trabalhando nos laboratórios e padarias da empresa do pai que Eduardo apaixonou-se pela panificação artesanal e decidiu que ela faria parte de sua vida.